21 de maio de 2012

Desfile Estilo Pin Ups e Entrevista com Geovane Rodrigues










" Mulheres comportadas, raramente fazem historia. " 
—  Marilyn Monroe

Super Sayadinha: Quando e por que passou a se interessar pelo "mundo da makes" ?
Geovane Rodrigues: Minha paixão é pela fotografia, e logo vi o poder e a influência da maquiagem nesse ramo. Dá um poder incrível de transformação pra qualquer pessoa, esconde, muda, evidencia, e isso tudo me deixa fascinado.
Super Sayadinha: O que achou de fazer um trabalho totalmente vintage/retro, assumindo a responsabilidade de criar as makes de época e trazer a cultura Pin Up para os tempos de hoje ?
Geovane Rodrigues: Acho incrível. Principalmente pela estética trazida de volta, de mulheres que cultuavam os detalhes, e a forma precisamente perfeita. Sem contar que trazer tudo isso de volta é uma excelente ideia, no mundo da moda em toda nova coleção estilistas de renome voltam ao passado para se expressar, na maquiagem e cabelos não é diferente. Recriar tudo isso, só mostra que essa moda não é nada ultrapassada e que está com tudo, e o melhor, é pra todos os tipos de mulheres.
Super Sayadinha: Como foi pra você participar dos bastidores do desfile das Pin Ups ?
Geovane Rodrigues: Adorei, As meninas ajudaram muito. E o resultado vale muito a pena.
Super Sayadinha: Conte alguns momentos, que pra você foram marcantes na produção e desfile das meninas ?
Geovane Rodrigues: Ver o desempenho de tudo o que foi planejado dar certo é de se ter orgulho, contudo o melhor momento, é ver em registro de fotos, o antes e depois da caracterização das meninas.

Mensagens e agradecimentos.
" Agradecer a todas as meninas, pela paciência, pela simpatia, ao fotografo que nos acompanhou, e devido aos contratempos, tudo saiu como planejado, alias melhor que o planejado. Tentamos mostrar o que é ser pin-up, como se caracterizam e como se portam. Acho que conseguimos fazer isso sem nenhum tipo de apelação visual ou algo do tipo, e isso é gratificante. "  Geovane Rodrigues.





Para finalizar a postagem quero agradecer primeiramente a Deus por ter abençoado cada momento, depois a minha família e amigos que estiveram comigo. Em especial aos que estavam ali do ladinho, acompanhando todos os detalhes e ajudando nas dificuldades, meus fiéis colaboradores. Agradeço pelo esforço de cada um, por cada suor derramado e cada calo no pé, KKK. Obrigada mesmo, pelo carinho e dedicação que cada um se empenhou em dar, que resultou no grande sucesso do desfile. 

Fotos por Raphael Nilkerson e Luiz Augusto.
Maquiagem por Geovane Rodrigues ( Meadd / Facebook / Flickr )

Conheça o Mundo das Lolitas [ Parte I ]


Enfim uma uma das postagens mais fofas do blog, vou apresentar a vocês o mundo das lolis. Sejam super bem vindos!

Parte 1 - O que são Lolitas, e qual a diferença entre Lolita e Cosplay Lolita ?

 O que é lolita ? Lolita nada mais é que uma moda japonesa que surgiu na década de 70 e 80. Tem todo um lado kawaii (fofinho / adorável em japones). Usam muitos babados, rendas, meias, laços e saia rodada. Suas roupas são inspiradas na época Vitoriana e Rococó. "Mas as influências não se limitam apenas na moda de séculos passados onde a moda era muito distinta da atual, podemos observar que muito do XX está presente no lolita [...]". Não há como definir uma época padrão para o estilo lolita, a influência histórica é formada por um todo, contendo detalhes de diversos séculos anteriores mesclados com a moda atual formando assim um estilo completamente independente de qualquer tipo de regra "clássica" e ilimitado no quesito de criação." - Victoriasdolls. As lolitas possuem estilos e subestilos. Os estilos mais conhecidos são o Classic Lolita, Gothic Lolita, Sweet Lolita e o Punk Lolita, depois os subestilos como Ero Lolita, Country Lolita, Hime Lolita, Kuro e Shiro Lolita. (Aguarde o próximo post que vai falar sobre cada estilo)

Agora que já sabemos o que é uma lolita vamos, esclarecer uma pequena confusão que existe sobre a diferença entre LolitaCosplay Lolita.

 Para diferenciar é bem simples, lolitas são "bonecas de porcelana", possui no estilo muita delicadeza, elegância e modéstia. Suas roupas possuem tecidos bons e rendas de qualidade. Já o cosplay lolita possui muitas características que o distingue da moda lolita como o uso de cetim e rendas baratas. O tamanho dos vestidos muitas vezes são curtos e deixam a mostra muitas partes do corpo. O cosplay lolita perde totalmente o lado refinado de uma lolita, quem o faz geralmente não se esforça o suficiente pra que as roupas sejam bem feitas. Meninas que usam cosplay lolita e dizem ser lolita, além de irritar quem leva a moda a sério, no mundo das lolis, elas são chamadas de Ita (meninas que erram terrivelmente ao montar e vestir um look loli). Lolita é um estilo, cosplay é uma fantasia/hobby e não moda. Então que esteja bem claro que lolita e cosplay lolita não são a mesma coisa.



10 de maio de 2012

Belly Dance

Fazia um bom tempo que planejava postar algo sobre a famosa "Dança do Ventre" no blog, e hoje por coincidência achei meu cinto (véu de quadril) que estava aposentado a tempo, bateu uma saudade e resolvi compartilhar algumas coisas com vocês.



Para os franceses Danse du Ventre, para os americanos Belly Dance e para os brasileiros Dança do Ventre ou Dança Oriental Arábe. Com surgimento exato desconhecido, essa dança oriental tem uma história escassa e duvidosa, são poucos os autores que se arriscam a escrever sobre o assunto, gerando assim  muitas teorias e hipóteses. A informação mais aceita é que a dança teve origem no Antigo Egito, Índia, Babilônia, Pércia e Grécia, onde as mulheres dançavam em rituais e cultos religiosos dedicados a deusas. Seus movimentos eram aliados a música com batidas de quadril, movimentos ondulatórios e uma sinuosidade semelhante a de uma serpente. Essas mulheres acreditavam que as deusas pela qual prestavam homenagens, eram responsáveis pela vida gerada em seu ventre, assim, a quem diga que quando dançavam as mulheres se preparavam para ser mães. Essa é uma das razões pela qual a dança é cheia de movimentos pélvicos e abdominais.


Curiosidade  Segundo a pesquisadora norte-americana Morroco, as ondulações abdominais consistem na imitação das contrações do parto: tribos do interior do Marrocos realizam ainda hoje, rituais de nascimento, em que as mulheres se reúnem em torno da parturiente com as mãos unidas, e cantando, realizam as ondulações abdominais a fim de estimular e apoiar a futura mãe a ter um parto saudável, sendo que a futura mãe fica de pé, e realiza também os movimentos das ondulações com a coluna. Estas mulheres são assim treinadas desde pequenas, através de danças muito semelhantes à Dança do Ventre. ( Wikipedia )


Hoje em dia ela ganhou toques sensuais exóticos, o que levou a ser excluída dos países mais conservados. Aqui no Brasil a primeira apresentação de dança do ventre foi feita pela bailarina Zuleika Pinho, no Hames (um clube Árabe) em 1954, ela tinha apenas 14 anos e nunca havia feito uma apresentação de dança oriental, nem tinha ideia de como era. Nos anos 90 os artigos e assuntos sobre a dança começaram a aparecer em jornais, tv, desfiles, rádio, entre outros. E a procura aumentou após a exibição da novela "O Clone" na Globo.


Para finalizar o post não podia faltar os videos, mas calma que não acabou futuramente muitos posts sobre belly dance vão aparecer por aqui. Obrigada pela visita, sempre serão bem vindos por aqui. Se gostou, compartilha e comenta, beijos !